21 motivos para ser vegetariano

21 Motivos Para Ser Vegetariano
O vegetarianismo é a tendência que mais cresce no mundo desenvolvido. Eis 21 motivos porque você deve pensar em se tornar vegetariano também:

1 - Evitar carne é um dos melhores e mais simples caminhos para cortar a ingestão de gorduras. A criação moderna de animais provoca artificialmente a engorda para obter mais lucros. Ingerir gordura animal aumenta suas chances de ter um ataque cardíaco ou desenvolver câncer.

2 - A cada minuto todos os dias da semana, milhares de animais são assassinados em abatedouros. Muitos sangram vivos até morrer. Dor e sofrimento são comuns. Só nos EUA, 500.000 (meio milhão) de animais são mortos a cada hora!

3 - Há milhões de casos de envenenamento por comida relatados a cada ano. A vasta maioria é causada pela ingestão de carne.

4 - A carne não contém absolutamente nada de proteínas, vitaminas ou minerais que o corpo humano não possa obter perfeitamente de uma dieta vegetariana.

5 - Os países africanos - onde milhões morrem de fome - exportam grãos para o primeiro mundo para engordar animais que vão parar na mesa de jantar das nações ricas.

6 - "Carne" pode incluir rabo, cabeça, pés, reto e a coluna vertebral de um animal.

7 - Uma salsicha pode conter pedaços de intestino. Como alguém pode estar certo que os intestinos estavam vazios quando utilizados? Você realmente quer comer o conteúdo do intestino de um porco?

8 - Se comêssemos as plantas que cultivamos ao invés de alimentar animais para corte, o déficit mundial de alimentos desapareceria da noite para o dia. Lembre-se que 100 acres de terra produz carne suficiente para 20 pessoas, grãos suficientes para alimentar 240 pessoas!

9 - Todos os dias dezenas de milhões de pintinhos de apenas 1 dia de vida são mortos apenas por que não podem botar ovos. Não há regras para determinar como ocorre a matança. Alguns são moídos vivos ou sufocados até a morte. Muitos são utilizados como fertilizantes ou como ração para alimentar outros animais.

10 - Os animais que morrem para a sua mesa de jantar morrem sozinhos, em pânico e terror, em profunda depressão e em meio a grande dor. A matança é impiedosa e desumana.

11 - É muito mais fácil ser e manter-se elegante quando se é vegetariano.

12 - Metade das florestas tropicais do mundo foram destruídas para fazer pasto para criar gado para fazer hambúrguer. Cerca de 1000 espécies são extintas por ano devido à destruição das florestas tropicais.

13 - Todos os anos 400 toneladas de grãos alimentam animais de corte - assim os ricos do mundo podem comer carne. Ao mesmo tempo, 500 milhões de pessoas nos países pobres morrem de fome. A cada 6 segundos alguém morre de fome por que pessoas no Ocidente estão comendo carne. Cerca de 60 milhões de pessoas morrem de fome por ano. Todas essas vidas poderiam ser salvas, porque estas pessoas poderiam estar comendo os grãos usados para alimentar animais de corte se os norte-americanos comessem 10% a menos de carne.

14 - As reservas de água fresca do mundo estão sendo contaminadas pela criação de gado de corte. E os produtores de carne são os maiores poluidores das águas. Se a indústria de carne no EUA não fosse subsidiada em seu enorme consumo de água pelo governo, algumas gramas de hambúrguer custariam US$ 35.

15 - Se você come carne, está consumindo hormônios que foram administrados aos animais. Ninguém sabe os efeitos que estes hormônios causam à saúde. Em alguns testes, um em cada 4 hambúrgueres contém hormônios de crescimento originalmente administrados ao gado.

16 - As seguintes doenças são comuns em comedores de carne: anemias, apendicite, artrite, câncer de mama, câncer de cólon, câncer de próstata, prisão de ventre, diabetes, pedras na vesícula, gota, pressão alta, indigestão, obesidade, varizes. Vegetarianos há longo tempo visitam hospitais 22% menos que carnívoros e por pouco tempo. Vegetarianos têm 20% menos colesterol que carnívoros e isso reduz consideravelmente ataques cardíacos e câncer .

17 - Alguns produtores usam calmantes para manter os animais calmos. Usam antibióticos para evitar ou combater infecções. Quando você come carne, está ingerindo estas drogas. Na América do Norte 55% de todos os antibióticos são dados a animais de corte, e a porcentagem de infecções por bactérias resistentes a penicilina avançou de 13% em 1960 para 91% em 1998.

18 - Num período de vida um comedor de carne médio terá consumido 36 porcos, 36 ovelhas e 750 galinhas e perus. Você deseja tanta carnificina em sua consciência!?

19 - Os animais sofrem dor e medo como nós. Passam as últimas horas de sua vida trancados em um caminhão, encerrados com centenas de outros animais, igualmente apavorados, e depois são empurrados para um corredor da morte ensopado de sangue. Quem come carne sustenta o modo como os animais são tratados.

20 - Animais com um ano de vida são frequentemente muito mais racionais - e capazes de pensamento lógico do que bebês humanos de 6 semanas. Porcos e ovelhas são muito mais inteligentes do que criancinhas. Comer esses animais é um ato bárbaro.

21 - Vegetarianos são mais aptos fisicamente do que comedores de carne. Muitos dos mais bem-sucedidos atletas do mundo são vegetarianos.

(Texto extraído do livro "Food For Thought" - Dr. Vernon Coleman)

Fonte: www.vegetarianismo.com.br

21 comentários:

  1. Eu mesmo após um certo tempo de pesquisa tive medo do vegetarianismo.
    Hoje tenho medo de ver carnes a minha frente.
    Talvez seja medo, ou um simples peso na consciência em saber o quão covarde eu era ao ingerir um pobre animal, que não pode viver sua vida como eu vivo, em troca de um consumismo inconsciente.
    Que Deu me perdoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero ser perdoada algum dia... =(

      Excluir
  2. Olá Elaine! Como está?
    Elaine, acho que você conseguiu algumas informações erradas e um tanto levianas sobre a produção de carne no mundo, e eu gostaria de esclarece-las para você: os produtores de carne não utilizam-se de hormônios para melhorar seus animais, porque isso é EXTREMAMENTE CARO! Um frango inteiro custaria cerca de R$35 se utilizassem Hormônio do Crescimento (GH), como vc cita nesse post. E antibióticos, bem, o uso realmente ocorre para manter a sanidade de aves e suínos se alguma coisa anormal acontece no ciclo de produção desses animais. Mas o abate fica restrito a um período em que o antibiótico já saiu do corpo deles. Calmantes, de verdade, em toda a minha educação em Medicina Veterinária, nunca ouvi falar. Já ouvi falar de música clássica para vacas leiteiras, e diminuição do stress com enriquecimento ambiental para melhorar a produção, mas calmantes? Quantos vallium deveríamos dar para um bovino médio ficar calminho durante a vida? O quanto isso encarece a produção? Devemos estar certos de que a única preocupação dos produtores de carne no mundo é o lucro...
    E por minha própria curiosidade, acabei de fazer uma revisão bibliográfica de trabalhos científicos confiáveis sobre um dado que vc citou, de que os vegetarianos são mais fisicamente capazes que os que comem de tudo, e não encontrei nenhum trabalho que tivesse estudado isso. Ou seja, não existe comprovação científica desse fato. Acho que é hora de estudarmos isso tudo!
    Sim, salsichas podem conter pedaços de intestino. E porque não iria conter? A garantia de que eles estão vazios é feita por órgãos que no Brasil são realmente sérios.
    Quando você citar alguns dados sobre saúde no mundo, ficaria mais confiável se você citasse a fonte que produziu o trabalho científico que concluiu aquele dado. Por exemplo, qual foi o trabalho que concluiu que 1 em cada 4 hamburgueres contém hormônio? Porque eu procurei e não encontrei. Quem pesquisou que se 10% dos EUA deixassem de comer carne todas as mortes por desnutrição no mundo deixariam de ocorrer? Eu gostaria de crer que isso é verdade. Aqui em casa só comemos carne aos finais de semana. Eu sou veterinária, amo os animais de verdade, de coração, mas sou cientista também: e se nós fôssemos programados para não comer carne, seriamos anatomicamente e fisiologicamente diferentes do que somos. Eu acho que o vegetarianismo conquistaria mais pessoas pelo amor do que ele conquista hoje pelo terror. Me entristece saber que as pessoas preferem parar de comer carne porque leram dados incorretos, sem fonte confiável, e não porque querem gerar menos sofrimento aos animais, e querem ter um estilo de vida "mais saudável", visto que isso também não é comprovado. Eu sou a favor de informações claras, e acho que o lugar onde vc conseguiu essas informações, não estava comprometido com a verdade. Por exemplo, a produção de grãos desmata (e mata muito mais fauna silvestre) mais que a criação de animais hoje no mundo, e isso tem fonte confiável e segura de pesquisadores respeitados no mundo.

    Conquiste vegetarianos exaltando os beneficios que ele causa, e publicando receitas acessíveis à população, e não condenando o hábito de milhões de pessoas do mundo, porque isso me parece uma causa perdida.
    Beijo
    (PS: não precisa publicar esse não... cheque suas fontes de informação, corrija as que não estão de acordo, e participe do movimento pela verdade...esse sim vale a pena!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, é isso que os produtores querem que você ache.

      Excluir
    2. Mirela.
      Independente de tudo o que você falou. Ainda acha justo colaborar pra tanto sofrimento? Você gostaria de ser trancafiada e morta como um desses animais. Afinal nós também somos animais, a unica diferença é que somos racionais. Mas ainda discordo pois existem muitos animais que tem mais amor do que nós humanos.
      Independente de fazer bem ou não ser um vegetariano, o importante é não trazer sofrimento. Se você tem o mínimo de amor no seu coração, iria até o fim pra que o seu animal de estimação não fosse matado, mas por que querer que os demais morram. Nós não iremos morrer só por deixar de consumir carne. Devemos ter mais amor. Por favor tenha mais amor no seu coração. Tenha compaixão POR FAVOR.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá Elaine, em primeiro lugar, parabéns pelo blog.
    Não costumo escrever comentários, participar de fóruns e demais discussões acerca do nada que só a internet proporciona, mas como estou desocupado no momento e tornei-me um fiel acompanhante deste blog, gostaria de comentar o q disse a veterinária acima, Mirela.

    Concordo inteiramente com ela, quando diz que devemos exaltar as qualidades daquilo que defendemos ao invés de tentar diminuir o lado oposto. Nesse ponto, nós, vegetarianos, somos como as mulheres, negros e judeus de anos atrás, somos passionais demais com esta história de defendendo a vida e bláblá... Devemos nos ater aos porques e respondê-los (ou não, eu, por ex, nem perco meu tempo) com informações precisas, ou, não as tendo, com experiência pessoal.
    Tudo é uma questão de evolução, há alguns anos atrás por ex., a Mirela não poderia ser uma grande veterinária (como deve ser), estaria em casa lavando roupa intima de marido. Mas graças à evolução (e ao capitalismo) a coisa mudou. Assim, como, há alguns anos atrás, eu poderia estar ditando para um negro escravo escrever este comentário para mim, mas a situação mudou, muito embora ainda haja muito foco de racismo por aí. Enfim, a Mirela se apoia muito na ciência, mas uma ciência financiada por quem? Com certeza, não pelos verdureiros rsrs. Isso sem falar que ela também não citou os "trabalhos bibliográficos sérios" aos quais ela afirma ter recorrido. E até que ponto uma ciência que muda de opinião a cada "X" anos sobre o mesmo tema é realmente séria e exata? Por ex, o acelerador de partículas poderá por em xeque a, passivamente aceita, teoria do Big Bang.
    Se não há comprovação científica sobre o benefício do vegetarianismo para o mundo, porque muitos países estão aderindo à "segunda-feira sem carne"? Estariam as Nações agindo às cegas por uma modinha ambiental? Ora, se os órgãos q fiscalizam as salsichas são sérios, imagino que os que fiscalizam a saúde humana tb o são, ñ?
    Desculpe-me Mirela, mas você foi infeliz e um tanto ignorante ao escrever: "se nós fôssemos programados para não comer carne, seriamos anatomicamente e fisiologicamente diferentes do que somos". Então como se explica o vegetarianismo? Não como carne e sou fisiologicamente e anatomicamente igual a quem come. Por que? Adoraria ouvir a explicação de um exímio cientista sobre isso.

    Sobre a evocação emotiva do "movimento pela verdade", digo que esta, a verdade, é como a beleza e a justiça, está nos olhos de quem vê e nos sentimentos de quem sente, ou seja, subjetiva e variável.
    Paz.

    PS: Como diria Voltaire (vegetariano, segundo pesquisa bibliográfica séria rsrs e autor da frase "Os homens devem ter corrompido um pouco a natureza, pois não nasceram lobos e acabaram se tornando lobos"): "Posso não ser a favor de nenhuma palavra que tu dizes, mas denfenderei até o último instante o direito de dizê-la."

    ResponderExcluir
  5. Bom, eu ia comentar para colocar minha posição a respeito do que foi dito pela veterinária Mirela. Mas o "Hend" já o fez... concordo, então não vou ficar repetindo... rsrs
    vai ai o motivo 21 para ser vegetariana:
    21 - Por que o ser humano pode, pois tem a capacidade de escolha, discernimento, empatia, ética e uma vasta variedade de opções para se alimentar de forma saudável e isento de crueldades.
    *-*

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Concordo com a Mirela em relação à falta de referência dos dados aqui postados. Por exemplo, não há ligação direta entre os EUA deixarem de consumir carne e a diminuição da fome mundial. Discordo no que se refere ao uso de antibióticos, já que a própria Embrapa afirma que o uso desses medicamentos em animais está relacionado ao surgimento de linhagens de bactérias resistentes aos antibióticos usados para curar seres humanos. Ou seja, os animais são consumidos contendo antibióticos, sim! Outro ponto: o uso desse tipo de medicamento é feito para acelerar o crescimento, e não somente para tratar os animais (EMBRAPA).
    Ah, a ONU divulgou um relatório recomendando dieta vegana para combater mudanças climáticas. A matéria comentando o assunto está no site Vista-se. Pode ser o motivo nº 22!
    Vegetarianos e vegetarianas, uni-vos! Informação é tudo, vamos colaborar!

    ResponderExcluir
  7. Elaine. Adoro vir aqui. Eu e minha filha de dez anos, vegetariana como eu. Nos beneficiamos de muitas de suas receitas esomos gratas. E,fisiologicamente igual á maioria da população carnívora e raivosaargh)... Não sentimos em nosso organismo livre de toxinas e restos de cadáveres, nenhum incomodo, proprio dos que consomem os animais mortos. Logicamente usufruindo de seus direitos de livre escolha. Fontes confiáveis de informações de boa nutrição, residem em nós, em nossas vivencias, no vigor e calma da nossa natureza pacífica. Em relatos verídicos de vegetarianos que trabalham, namoram, cumprem diariamente seus ofícios, divertem-se e dormem tranquilamente. Dormem em paz com a consciencia e com boa digestão.....Tem força muscular e serenidade,livre de doenças próprias dos carnívoros: àcido úrico promovendo a gota, a artrose, etc.. a gordura animal entupindo artérias levandoá arteriosclerose, avcs, etc... os fecalomas, intestinos preguiçosos, maus humores, e etc e tals
    Go, vegetarianos

    ResponderExcluir
  8. Ninguem aguentar ouvir a verdade né!
    òtimo post! Comer carne de um animal é uma das maiores atrocidades que uma pessoa pode fazer. Quem realmente ama os animais, deixa de come-los ( como no meu caso)
    Amo o blog! sempre dor uma bizonhada rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Camila, fico feliz que tenha gostado do post e, mais ainda por saber que está sempre por aqui. Obrigada pelo carinho... Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Adorei, concordo em tudo!

    Eliane, sugiro pesquisar seriamente antes de criticar os outros por supostamente não terem pesquisado.

    Quem ama animais, a vida, quem ama todos os seres passa toda a vida seguindo um caminho em que a cada dia a nossa existência cause menos sofrimento e menos mortes de outros seres e o primeiro passo, só o primeiro é evitar todos produtos advindos da escravidão de nossos irmãos pois é o maior cúmulo do absurdo que não só na morte mas em toda vida um ser venha a sofrer para alimentar outro ser.

    A vida miserável é o grande problema e não a morte. Só vivendo de luz que podemos causar quase nenhuma morte ao existir mas viver de luz é coisa de louco não que eu não ache muito interessante, heheheh não sou muito certo mesmo...

    É fato deliciosamente palpável que temos escolha pois o mais básico conhecimento sobre nutrição nos diz que precisamos de nutrientes e não disso ou daquilo e por isso podemos escolher de onde tirar estes nutrientes baseados em nosso conhecimento e em nossos princípios e filosofias de vida.

    É certo que um prato vegano pode ter envolvido mais mortes que uma receita com derivados da escravidão de nossos irmão e por isso que o caminho segue em deixarmos de consumir todos industrializados que são todos supérfluos, só fazem mal a nossa saúde e ao custo de muito sofrimento e mortes desnecessárias porém irá causar mortes de animais livres que é diferente de aprisionar seres por toda uma existência.

    A idéia nunca é ir "condenando o hábito de milhões de pessoas do mundo" mas dar as oportunidades de reflexão a outras pessoas.

    ResponderExcluir
  11. Ah, sim, :)

    Nada mais acessível que um prato de verduras com um punhado de brotos de lentilha mais um punhado de brotos de trigo, servidos dentro da casca de frutas como Mamão, Abacaxi e usando esta polpa para fazer suco ou compor o prato que pode receber por cima das verduras e brotos um gel junto com a linhaça que ficou de molho garantindo assim, simples assim, todos os nutrientes que um ser humano precisa.

    Fonte: GONZALEZ, ALBERTO PERIBANEZ, Lugar de Médico é na Cozinha 3ª Edição ALAUDE, 2008

    COUSENS, GABRIEL, Nutrição Evolutiva, 1ª Edição Alaude, 2011


    Beijos ! ! :) ! !

    ResponderExcluir
  12. Eu fico feliz de nao comer mais carne e nao contribuir mais com tudo isso. Mas quando leio coisas assim fico triste por ver o quanto o problema eh grande e serio e como parece dificil reverter a situacao... mas vamos fazendo nossa parte, um pouco cada dia....

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei bastante do post. Faz pouco tempo que parei de comer carne mas, me sinto muito bem depois desta escolha. O problemas é que as pessoas sao egoistas, nao querem saber do sofrimento do outro, muito menos de um lindo animal. Tento falar sobre isso com amigos, familia, mas acho que quase sempre é em vão. Elas nao sabem e nem querem saber de nada, e se souberem nao querem parar de comer carne. Antes quando eu comia,penso nisso, parace que eu era cega, com uma visira que me guiava apenas pelos habitos alimentares que minhas raizes culturais me ensinaram, entretanto quando se sente amor pelo proximo e por um animalzinho se aprende que o amor de verdade, nao prejudica, nao tem ciumes, nao mata. Fazendo um comparação em que estava refletindo esses dias, se as pessoas tivessem outros hábitos, mais primarios, e ao inves de comer carne animal, comessem carne humana. Mas continuariam amando seus pais, irmao, sua familia e seus amigos, os quais teriam certas caracteriscas fisicas, mas matariam e comeriam outros humanos que tivessem caracteristicas fisicas diferentes. Será possivel que nesta cultura eles amassem realmente os seus pais, amigos, que sao humanos tambem? Que falsidade, em dizer que gosta de animais, mas só de alguns, enquanto fazem sofrer ate a morte e comem outros que tem outras caracteristicas fisicas, é uma hipocresia sem limite.

    Reflitam, paz e luz.
    Jessica Kurle Sperb

    ResponderExcluir
  14. Estou me tortando vegetariana buscando uma alimentação saudável, pois carne não traz benefício algum a nossa vida. E o que a veterinária falou "se nós fôssemos programados para não comer carne, seriamos anatomicamente e fisiologicamente diferentes do que somos". Então como se explica o vegetarianismo? Discordo totalmente, tenho amigas veganas e vegetarianas que criam seus filhos sem carne e eles são fisiologicamente normais. Adorei o blog e sempre vou visitar. Beijos

    ResponderExcluir
  15. sou vegetariana desde 2007 e creio que foi a melhor coisa que fiz em minha vida. Hoje posso olhar nos olhos de minhas duas gatinhas e saber que nao contribuo para a morte de animais tao lindos e doces quantos elas. Todos tem o direito de viver, nenhum animal pode vir ao mundo apenas para servir de comida a seres selvagens como o dito ser humano, é um absurdo que seress tao superiores sejam capazes de matar bebes de poucos dias ou meses apenas porque a carne é mais macia, Imaginem um leao fazendo isso com um dos nossos bebes, ai ele seria um selvagem, Ate quando o biho homem vai seguir nesse caminho? e me deu pena ler o comentario da veterinaria ela nao ama os animais coisa nenhuma, certamente gosta dos caes e gatos bonitinhos que engordam seu salario. Quem ama um animal nao come nenhum deles,

    ResponderExcluir
  16. Sou vegetariana desde os 9 anos de idade mas já comi carne em varios momentos da minha vida, principalmente qndo nao podia escolher e um adulto me obrigava a isso rss. Sempre digo que como por opçao, acredito que nosso paladar se adapta mesmo a qualquer sabor e, por necessidade absoluta, eu comeria qualquer coisa, até gente no espetinho hehehe Mas estou convicta de que nao preciso comer, de que tenho alternativas, por isso nao como e me sinto muito bem com isso. Antes de fazer jornalismo, estudei medicina veterinária até o 5º semestre e, desculpando-me pela opiniao técnica mais qualificada da Mirela acima, frangos são sim tratados com antibioticos e hormonios p/que o desenvolvimento seja acelerado e o abate antecipado (fiz muitas visitas à abatedouros da So Frango na epoca). Bovinos também. Na Embrapa de Brasília há inclusive estudos com modificação genetica p/o famoso fenotipo de "boi de musculatura dupla" com a intençao de produzir em escala essa anomalia em laboratorio e favorecer os criadores. Mas o problema é que muitos alimentos de origem vegetal tambem contém, além de aditivos, manipulacoes geneticas. A soja por exemplo, é quase 100% transgenica e ha estudos e livros com os resultados preocupantes dessas manipulaçoes. Concordo com ela, qnto mais estudarmos e divulgarmos dados confiaveis, melhor p/todos. Mas eu acredito que encontrar alternativas p/nosso processo evolutivo que nao passem pelo sacrificio de animais, nos tornará sim, seres humanos melhores. bjs, parabens pelo blog! (estou sempre por aqui) :)

    ResponderExcluir
  17. Já tenho vindo aqui muitas vezes e interesso me bastante por estas postagens.
    Não sou vegetariano mas isso não quer dizer que sustente "o modo como os animais são tratados", a maior parte dos frangos que comi, assim como os ovos, provêem do campo e não são tratados desumanamente, agora, para que eu os coma eles tem de morrer. Qualquer animal carnívoro para se alimentar mata outro. Se eu fizer como eles, andar a correr atrás de uma galinha, atirar me para cima dela e morder lhe o pescoço até que ela morra asfixiada, já não há problema???
    Cerca de 9 razões são contra os matadouros, por isso se cada pessoa criasse os seus animais para consumo também já não havia problema?
    A razão 11 é um bocado falaciosa pois muitas vezes o facto de se ser gordo ou magro são questões de genética e não de hábitos alimentares, tem haver com o metabolismo celular.
    E a razão 6... não percebi, é suposto enojar uma pessoa? Não é nenhum argumento...
    E o Hend ao dizer que são como as mulheres, judeus e os negros, por favor!! Fiquem um bocado chocado com isto, não existe nenhuma lei que vos proíba, nem perseguições aos vegetarianos, nem 'vegetarianofobia', lá por ainda haverem matadouros contra a vossa vontade já são extremamente descriminados? Um bocado exagerado e egocentrismo, não?? É que vocês também 'descriminam' que come carne...
    E a Mirela não foi ignorante ao dizer "se nós fôssemos programados para não comer carne, seriamos anatomicamente e fisiologicamente diferentes do que somos", já ouviram falar numa coisa chamada evolução (que o Hend tanto apela)? Somos o que somos porque os nosso antepassados comiam carne também! Então como é que o Hend explica que uma vaca não coma carne? Porque ela escolheu não comer? Foi ainda mais ignorante por chamar ignorante à Mirela...
    O que eu defendo é que haja uma melhor organização de distribuição alimentar, reformulação da quantidade de comida nos pratos dos restaurantes de modo a diminuir os desperdícios, para que a carne dos animais que morrer para que nós os comamos seja devidamente utilizada e não vá para ao lixo, e isso é o maior problema!
    Não é o facto de se comer carne que é errado, são os comportamentos que possibilitam o consumo de carne, penso que alguns vegetarianos ainda não perceberam isso...

    ResponderExcluir
  18. O AMOR É A COMUNHÃO DE TODOS OS SERES
    É O CÁLICE DA VIDA
    BRINDEMOS DESSE CÁLICE COM A MÃE NATUREZA
    VIVA O REINO ANIMAL

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o Cantinho Vegetariano e deixar um comentário... Tentarei responder o mais breve possível.

Atenção!!!

Comentários com links não serão aceitos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...