Ágar-ágar (Gelatina Vegetal)

Ágar-ágar
Ágar é uma palavra maia que quer dizer gelatina. Na verdade, a ágar-ágar não constitui uma alga mas o extrato de cerca de vários (cerca de 8) tipos de algas marinhas da espécie agarófita. Existem, por isso, diversos tipos de ágar, de acordo com a alga de onde são extraídos. A mais consumida entre nós é extraída da alga Gelidium Sesquipedale e é uma das mais conceituadas em todo o mundo. Este extrato tem um poder gelificante cerca de 10 vezes superior ao das gelatinas animais.

É a alga com mais baixo teor de calorias, mas apresenta um alto teor de vitaminas (A, B1, B2, C e D) e minerais (cálcio, fósforo, magnésio, iodo, silicio, zinco, bromo e selénio), sendo utilizada para combater estados de fraqueza física ou reduzir o colesterol. É também indicada para combater a obstipação (prisão de ventre) e favorecer a eliminação de toxinas por via intestinal.

Uso culinário - É uma gelatina que ajuda a melhorar a textura dos pratos e alimentos, substituindo a gelatina de origem animal. É comercializada sob a forma de tiras ou pedaços, flocos ou em pó. Utilizada na preparação de pudins, gelados, tartes, compotas, xaropes, molhos, maionaises e recheios.

Fonte: Viva Saudável
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...