Óleo de amendoim previne o envelhecimento precoce

Óleo de amendoim previne o envelhecimento precoceJá considerou mudar o tipo de óleo que você usa na preparação da refeição? Esse ingrediente pode fazer muita diferença para sua saúde.

Rico em vitamina E e ômega 6, o óleo de amendoim é a melhor opção por ser gordura vegetal e ajudar na diminuição do LDL (colesterol ruim).

Ele é fonte nutritiva, faz bem ao coração e ainda previne o envelhecimento. Ainda com a vantagem de não ser contra indicado a pessoas alérgicas e possuir o número de calorias comum a qualquer óleo.

Confira alguns outros benefícios que o óleo de amendoim traz:

A favor do coração - Por ser de origem vegetal, ele não tem colesterol. Mais do que isso: ele se destaca pela grande quantidade de gorduras monoinsaturadas, capazes de reduzir o colesterol ruim e prevenir a formação de coágulos nas artérias, evitando doenças cardíacas. Segundo o engenheiro de alimentos da Sementes Esperança, Rafael Bedore, o consumo de óleo de amendoim também atua na prevenção de doenças neurológicas, estimulando o sistema imunológico e o sistema nervoso.

Fonte da juventude e do sorriso - O óleo de amendoim é rico em vitamina E, nutriente antioxidante que fortalece as células e, assim, atua contra o envelhecimento precoce. Além do ômega 6, um renovador celular. Ele também possui vitaminas do complexo B que afasta o mau humor.

Alimento mais nutritivo - Sem cheiro ou sabor, o óleo de amendoim é mais resistente do que os demais óleos e azeites, inclusive, quando exposto a altas temperaturas. “Enquanto outros tipos de óleos vegetais e até mesmo o azeite extravirgem passam a perder nutrientes quando aquecidos ao calor superior à 180ºC, o óleo de amendoim resiste a 220ºC, perdendo, portanto, menos nutrientes e deixando os alimentos menos carentes dos compostos naturais”, diz Rafael. “Isso significa que o óleo de amendoim é mais resistente à oxidação do que os demais, além de não engrossar, não soltar fumaça nem escurecer durante o processo de fritura”, completa o engenheiro de alimentos.

Por Priscila Harumi - Publicado em 23.08.2010

Fonte: Dieta Nunca Mais - Foto: Thinkstock
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...