Consumir carne vermelha todo dia aumenta risco de morte, diz estudo

Especialistas de Harvard ouviram 120 mil pessoas dos Estados Unidos. Carne processada pode elevar risco de morte prematura em até 20%.

Consumir carne vermelha todo dia aumenta risco de morte, diz estudo
Uma pesquisa norte-americana afirma que comer uma porção diária de carne vermelha processada (como salsichas e bacon) pode aumentar o risco de morte prematura em até 20%, enquanto que ingerir carne sem processamento elevaria em 13% este risco.

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (12), em estudo realizado por especialistas da Universidade Harvard, que contou com dados de mais de 120 mil pessoas dos Estados Unidos.

O estudo oferece evidências de que comer carne vermelha aumenta o risco de enfermidades cardíacas e câncer. Além disso, sugere que substituí-la por peixe e carne de aves poderia reduzir o risco de mortalidade.

Foram analisadas informações de 37.698 homens e 83.644 mulheres durante 22 anos e 28 anos, respectivamente. Os participantes foram entrevistados sobre seus hábitos alimentares a cada quatro anos.

Cardápio mais saudável

Especialistas recomendam reduzir consumo diário
de carne vermelha para evitar morte prematura
Aqueles que comiam uma porção diária de carne vermelha sem processamento (carne comum) registraram um risco 13% maior do que aqueles que não comiam com tanta frequência este alimento. E se a carne vermelha era processada, o risco aumentava em 20%.

No entanto, substituir a carne vermelha por nozes provou que o risco de mortalidade cairia em 19%, enquanto que o consumo de grãos inteiros e aves diminuíram o risco em 14%. Já o consumo de peixes fez cair o risco em 7%.

Mortes que poderiam ser evitadas

Os autores disseram quem entre 7% e 9% das mortes que ocorreram durante o estudo “poderiam ser evitadas se todos os participantes consumissem menos 0,5 porção diária de carne vermelha.

A carne vermelha processada contém ingredientes como a gordura saturada, sódio, nitratos e outras substâncias cancerígenas que estão ligadas a muitas doenças crônicas, incluindo doenças cardíacas e câncer.

"Mais de 75% dos US$ 2,6 bilhões gastos anualmente com saúde nos Estados Unidos são por motivos de doença crônica", disse Dean Ornish, médico e nutricionista da Universidade da Califórnia, em San Francisco. "Consumir menos carne vermelha pode ajudar a reduzir a mortalidade devido a essas doenças e reduzindo, assim, os custos com saúde”, complementa.

Fonte - 12.03.2012

Notícias relacionadas:
» Carne processada provoca câncer
» Coração de quem não come carne bate muito bem
» Carne vermelha pode danificar DNA, diz estudo
» Vegetarianos têm menor risco de desenvolver câncer
» Consumo de carne com hormônio afeta fertilidade
» Carne vermelha dobra risco de câncer de mama, diz estudo
» Vegetarianos sofrem menos com problemas como infarto, diabetes e derrame
» Carne vermelha aumenta risco de câncer

2 comentários:

  1. Ótimo site, muito esclarecedor e rico em informações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado... Abraço!

      Excluir

Obrigada por visitar o Cantinho Vegetariano e deixar um comentário... Tentarei responder o mais breve possível.

Atenção!!!

Comentários com links não serão aceitos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...