Fotógrafo capta reação das pessoas ao testemunharem sofrimento dos animais em matadouro

Por Michelle Kretzer (PETA)

Fotógrafo capta reação das pessoas ao testemunharem sofrimento dos animais em matadouro
Uma vez, Paul McCartney disse a famosa frase: “Se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos.”

Bom, um grupo de defensores dos animais encontrou uma maneira de trazer o matadouro para a calçada. Aos sábados pela noite, as voluntárias Jennifer Mennuti e Boyd Weidman, do PETA, transmitirão “Fazenda de corte em 60 segundos”, para os pedestres na rua Lincoln Road, em Miami, nos EUA.

Para muitas pessoas, é a primeira vez que olham para os rostos dos animais que eles chamam de “bife”, “presunto” ou “pepita”. Estão diante da prova irrefutável de que sua “entrada” era, na realidade, uma vaca que tossiu e engasgou quando o sangue derramando de sua garganta cortada correu pelo seu rosto e cobriu o andar de baixo; um porco que gritava e chorava quando queimado até a morte em água quente; uma galinha, cujos desesperados gritos foram ouvidos enquanto suas pernas eram quebradas e era batida em grilhões e olhava passando os olhos pela longa fila de seus companheiros onde sua vida seria terminada por uma pá. Um fotógrafo captou algumas das reações das pessoas, e parece que Paul estava certo.

Fotógrafo capta reação das pessoas ao testemunharem sofrimento dos animais em matadouro

O defensor do PETA, Andrew Kirschner, que apresenta um programa de rádio sobre direitos animais, publicou as fotos em seu blog, Kirschner’s Corner, acompanhadas pelas experiências de trabalhadores nos matadouros, extraídas do livro de Gail A. Eisnitz, Slaughterhouse: The Shocking Story of Greed, Neglect, and Inhumane Treatment Inside the U.S. Meat Industry (Matadouro: A chocante história da ganância, negligência e tratamento desumano na Indústria de Carnes dos EUA).

A seguir algumas descrições chocantes:

“Eu poderia contar histórias de terror sobre as cabeças de gado presas sob os portões de proteção e a única maneira de tirá-las é cortando-as, ainda estão vivos”.

“Uma vez eu levei a minha faca – afiada o suficiente – e cortei a ponta do nariz de um porco, como um pedaço de mortadela. O porco foi à loucura por alguns segundos. Em seguida, ele apenas ficou lá olhando, como um estúpido. Daí, eu peguei um punhado de sal e salmoura e triturei em seu nariz. Aí sim, o porco realmente enlouqueceu, esfregando o nariz em todo o lugar. Eu ainda tinha um monte de sal na minha mão – estava usando uma luva de borracha – e eu enfiei o sal no rabo do porco. O pobre do porco não sabia se **** ou ficaria cego”.

“Eu vi animais vivos acorrentados, hasteados, presos, e sem pele. Demais para contar, muitos para lembrar. É apenas um processo que nunca para. Eu vi porcos, que deveriam estar deitados, no transportador, sangrando, se levantar depois de terem sido presos. Eu vi porcos na banheira escaldante tentando nadar”.

“Estes porcos chegam até o tanque de água escaldada, encostam na água e começam a gritar e a chutar. Às vezes, eles se agitam tanto que chutam a água para fora do tanque … Mais cedo ou mais tarde eles se afogam. Há um braço rotativo que os empurra, impedindo que saiam. Eu não sei se eles queimam até a morte ou se morrem afogados, mas demoram alguns minutos para tudo terminar”.

“Os porcos se estressam muito facilmente. Se você os estressa muito, eles têm ataques cardíacos. Se você receber um porco em uma rampa que teve o **** cutucou fora dele e tem um ataque cardíaco ou se recusa a se mover, você pega um gancho de carne e o liga em seu rabo [ânus]. Os porcos vivos são arrastados vivos, um monte de vezes, enquanto o gancho rasga a carne do rabo. Eu vi presuntos – coxas – completamente rasgados. Eu também vi intestinos sair. Se o porco cai perto da frente da rampa, você enfia o gancho de carne em sua bochecha e o arrasta para a frente.

“Às vezes eu agarro o porco pela orelha e enfio através do olho. Eu não apenas estou tirando o seu olho fora, vou enfiar toda faca até o punhal, até o cérebro, e mexer a faca”.

Fotógrafo capta reação das pessoas ao testemunharem sofrimento dos animais em matadouro

“Os porcos no matadouro já vieram até mim pedindo carinho como se fossem filhotes. Dois minutos mais tarde eu tive de matá-los – bater neles até a morte com um cano”.

“Você não apenas o mata, você pega pesado, empurra com força, explode sua traqueia, faz com que se afogue no seu próprio sangue. Corta seu nariz. Um porco vivo estaria correndo em torno do poço. Estaria apenas olhando para mim e eu o degolaria, pegaria minha faca e furaria seus olhos. E este porco só iria gritar”.

“Eu já vi caras pegarem cabos de vassouras e enfiarem no trazeiro das vacas, ferrando-as com as vassouras”.

“Ele os chutará os porcos, os cutucará com o tridente, usará tudo que estiver aos seu alcance. Ele já quebrou três tridentes esse ano, usando-os contra os porcos. Ele não se importa se ele acerta seus olhos, cabeça ou bunda. Ele usa tanta força que quebra o cabo de madeira. Então ele os utiliza como bastão para acertá-los nas costas”.

Fotógrafo capta reação das pessoas ao testemunharem sofrimento dos animais em matadouro

“Eu já arrastei vacas até que seus ossos começassem a quebrar, enquanto elas ainda estavam vivas. Quando as estou trazendo até o canto e elas ficam presas na porta de entrada, puxo até que sua pele seja rasgada, até que o sangue escorra no concreto e ferro. Quebro suas pernas…. E a vaca chora com sua língua pendurada. Eles puxam os animais até que seus pescoços quebrem”.

As pessoas perguntam: por que você é vegano? Talvez seja hora de compartilhar esse vídeo com elas:


Fonte: ANDA - Tradução por Noelia Gigli - Fotos: PETA - 05.12.2012

30 comentários:

  1. ahhh se todos tivessem coragem de ver essa matança...mas não,eles são um bando de hipócritas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato de não queremos ver animais sendo mutilados não quer dizer que somos hipócritas..

      Excluir
  2. O que ser Humano, será que é só isso, maldade???
    Ótima postagem, vou divulgar...

    ResponderExcluir
  3. Sem nenhuma coragem pra iniciar o video...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não tive coragem de ver o vídeo... só as descrições bastam.

      Excluir
    2. Eu também não tive coragem, Ana. Acredito que o texto já dê uma noção do sofrimento dos animais. Confesso que ainda não consegui me livrar totalmente das proteínas animais, mas farei um esforço ainda maior para conseguir depois de ler esse artigo.

      Excluir
    3. O vídeo é acelerado. É repugnante, mas dá pra ver.

      Excluir
  4. Tem como achar esse video no youtube? Qual o nome do video em ingles ?

    ResponderExcluir
  5. ótima iniciativa. Queria que isso acontecesse no Brasil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já acontece há muito tempo de final de semana na frente do shopping Center 3 na av. Paulista, São Paulo

      Excluir
  6. eu quero muito ser vegetariana, não sei vegana mas quem sabe.. Pelo menos o primeiro passo será dado um dia! mas por enquanto não posso. Só fico triste porque meus pais não entendem, já tentei explicar tantas vezes que não me sinto bem comendo carne, que já quase não consigo. Mas eles não me apoiam e nem pensam em me ajudar comprando outros tipos de alimentos e ainda dependo deles pra me sustentar, pelo menos por enquanto não posso deixar de consumir carne ( já que minha família nunca teve costume de ter muitos legumes á mesa.) Se não comer carne, vou morrer de fome :( Mas um dia todos vão me entender, eu espero. E que eu possa conseguir educar meus futuros filhos a não comerem carne e respeitarem os animais como merecem. Adoro o blog, parabenizo vocês do cantinho vegetariano! obrigada ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é isso. Meus pais também eram contra e minha mãe disse que eu ia ficar doente e morrer. Mas eu não tava nem ai e tentei convencer-los mesmo assim. Eu não conseguia mas comer carne e vi que se eu chegasse educadamente para eles e pedisse para ser vegetariana eles não iam aceitar. Ai eu dei uma de rebelde e parei de vez fosse contra a vontade deles ou não. No ínicio eu juntei meu dinheiro (que era para comprar o lanche da escola) E comprei verdura e soja (que são incrivelmente baratos. E assim eu comecei, fazia a minha própria comida (porque ela disse que "não ia cooperar com minha loucura). Quando disse a minha mãe que não ia mais comer carne e ela quase parou de falar comigo ,mas disse que "Isso ia passar".
      Mas ai quando passou cerca de uma semana ela viu que eu estava decidida a virar vegetariana mesmo. Ai ela me surprendeu e começou a comprar coisas para mim e a me ajudar mesmo dizendo que um dia eu iria voltar. E a minha vó a pessoa mais "mente fechada" da minha casa foi quem mas me ajudou. E depois de algum tempo quando todo mundo viu que eu ainda estava saudável e feliz eles começaram a aceitar. E minha mãe agora até acha bom.
      Eu não estou dizendo que seus pais vão ter a mesma reação da minha familía. Porque eles estão preocupados com você e acham que sem o "prazer de comer carne" você não será feliz, acima de tudo eles te amam. Mas mostre para eles que você está decidida e que comer carne não vai te dar felicidade.
      Dejeso tudo de bom para você. E espero ter ajudado.

      Excluir
    2. o primeiro passo para PODER é QUERER! VOCÊ PODE, AGORA! DECIDA! Tome a iniciativa em suas mãos, saia da sua zona de conforto, MANIFESTE-SE!

      Excluir
    3. Fia, arroz feijão já dão os aminoacidos suficientes pra vc, se der pra adicionar grão de bico e lentilha as vezes melhor ainda! O resto (legumes e verduras) são importantes sim, mas são complementos que podem ser variados. Vegetariano não precisa ser dependente de soja nao! Beijos e boa sorte!

      Excluir
  7. Hipocrisia é achar que vocês nasceram de antepassados que só comiam vegetais. Além do mais, não seria crueldade matar um vegetal também?

    Aahhh... eles não gritam, não sangram... então pode! ¬¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Plantas não possuem sistema nervoso portanto não sentem dor. Isso sim é hipocrisia e falta de informação. E de onde vem mesmo os temperos da carne, os alimentos dos bois e dos porcos que as pessoas consomem?

      Excluir
    2. Olá J. P. Você pode falar das plantas, mas eu imagino que você, como nós, as coma também com um pequeno porém: você também come animais. Todos os anos bilhões de animais sofrem torturas nas mãos dos "seres humanos" e pessoas que não financiam este tipo de violência salvam todos os dias milhões deles. Você se acha melhor do que essas pessoas? Você realmente acha que somos hipócritas porque comemos plantas (como você) e que somos piores do que você porque preferimos abrir mão de comer porcos cozidos vivos, carne de bebês de vaca, animais esfolados vivos, coisa que você faz? Meu amigo, eu sinto muito em te dizer isso, mas acredito que na tentativa de arranjar desculpas para a sua consciência, você criou o argumento das plantas. Assim você pode justificar a crueldade que você financia.

      Excluir
    3. Eu não sou hipócrita. Eu apenas não uso argumento falhos para justificar meu pensamento. Eu sou onívoro. Assim como todos os que vieram antes de mim.

      Eu não condeno o vegetarianismo, mas apelo para que justifiquem com um ponto de vista mais realista. Afinal, vocês condenam um lobo que mata um coelho para se alimentar? Nosso caso não é diferente.

      Ressalto que eu sou contra a crueldade desempenhada no abate. Com isto, eu concordo plenamente. Mas hoje em dia, já existe métodos indolores para tirar a vida de um animal, e muitas empresas sérias do ramo seguem o padrão, pois também partilham da idéia de que o animal não deve sofrer. Fora o fato sabido de que, por exemplo, quando um bovino percebe que vai ser abatido, o resultado é uma carne mais rígida. Ao contrário do que ocorre quando ele é abatido de forma instantânea e indolor.
      Portanto, alegar que bicho tem sistema nervoso e planta não, não é racional para justificar o vegetarianismo.

      A meu ver, o que cabe é pedir um maior rigor das autoridades para que se façam cumprir determinadas normas que vão ao encontro da defesa do animal. E que se punam mais severamente os abatedores ilegais ou que tratam com descaso a vida do bicho que vai se tornar a comida do consumidor.

      Respondendo à Patrícia, os temperos provem de vegetais e restos de animais. So, what's your point?

      Excluir
    4. O lobo é ser irracional, humanos são racionais.
      Então o ser humano pode pensar antes fazer qualquer ação, ao contrário do lobo que age por instinto.
      Olha, cada um escolhe o que acha certo para sua vida.
      A justificativa de que o ser humano deve comer carne não tem fundamento, pois se vc parar pra pensar, vc vai notar, que não possuimos garras e presas como a dos animais carnívoros, se fossemos feitos para comer carne, não deveria existir os temperos, e cozimento, deveriamos comer ela crua, e sangrando assim como os verdadeiros animais carnívoros o fazem.
      Eu estou a um mês sem me alimentar de carne de vaca, frango, porco, e espero continuar assim, e estender para os peixes que ainda não parei completamente.
      Acho muito válido o pensamento vegano, não podemos depender dos animais eternamente para viver, por isso somos seres pensantes, que podemos fazer nossas próprias escolhas.

      Excluir
    5. Ok J.P sabichão esqueçamos o sofrimento dos animais e vamos com dados: 80% fos vegetais cultivados no mundo são para alimentar os animais de abate, 15.000 litros de agua (mais ou menos 1 ano de banho) são utilizados para produzir 1 quilo de carne. Compensa? ??

      Excluir
    6. J.P não sou vegetariana/vegana, mas não dou desculpas para minha falta de atitudes. Você está completamente equivocado, animais não foram feitos para serem comidos por seres humanos. Estou chocada com tudo que leio e vejo e sinto vergonha de mim mesma por continuar comendo carne. Hipócrita é você! Desculpa.

      Excluir
    7. Mas nossos antepassados eram vegetarianos, eles so comecaram a comer carne dos animais na era glacial onde n era possivel cultivar nada.

      Excluir
    8. Se quiser continuar sendo onívoro, que seja! Agora, não nos venha dar shows de histerias como se o mundo girasse em torno da humanidade e os vegetarianos fossem retardados se opondo à vontade natural da vida.
      Podemos escolher, e por isso, decidimos que a vida dos animais de caráter tão peculiar (basta um pouco de biologia para entender isso) deve ser mantida. Se nossos antepassados pensassem que tudo deve ser como sempre foi, ainda existiria a escravidão negra e o preconceito total contra mulheres.

      Excluir
  8. só de ler a matéria eu chorei e quase vomitei, imagina se eu visse o vídeo!

    ResponderExcluir
  9. O vídeo é tosco, muito curto e editado muito rápido, nem dá pra ver nada. Nem um pouco chocante. A foto das pessoas chorando é mais fote.

    ResponderExcluir
  10. FICO IMPRESSIONADO COMO EXISTEM PESSOAS QUE AINDA RECRIMINAM ESSE TIPO DE INICIATIVA, SIM JP DOS MALES O MENOR, PLANTAS NÃO SOFREM, POREM VC NÃO É O PRIMEIRO NEM O ÚNICO QUE AINDA É COVARDE O BASTANTE PARA COMPARTILHAR DA INDUSTRIA DA MORTE, NA VERDADE VCS VISAM A SATISFAÇÃO DE SE REUNIR DIANTE DE UM "CREMATÓRIO" A QUE CHAMAM DE CHURRASQUEIRA E ASSAM CADÁVERES DE ANIMAIS INOCENTES PARA ENCHER SEUS CEMITÉRIOS COM APELIDO DE ESTÔMAGO. QUANTO AO LOBO, ELE FAZ PARTE DO CICLO DA VIDA E SÓ COME O NECESSÁRIO PARA SOBREVIVER, COMO QUALQUER OUTRO ANIMAL, ELES NÃO SE REÚNEM COM OS OUTROS IRRACIONAIS PARA FICAREM DEVORANDO OS MAIS FRACOS, SE VC NÃO TEM NOÇÃO DAS IMBECILIDADES QUE VAI DIZER FICAR CALADO É UM GRANDE PASSO NA EVOLUÇÃO.

    ResponderExcluir
  11. Mas e a alface? Ela tbm não sofre? (este não é um comentário irônico)

    ResponderExcluir
  12. eu não consegui ver o vídeo eu sou ovo-lacto e estou tentando ser só lacto. é um processo gradativo pq minha saúde nunca foi muito boa. eu prefiro sofrer a saber que eu fiz um animalzinho inocente sofrer. devemos amar o próximo como a nos mesmos ele não precisa ser igual a nos mas da mesmo reino biológico.

    ResponderExcluir
  13. comecem com o segunda sem carne, depois aumentem para 2 dias na semana, 3 dias, 4 dias, 5 dias, 6 dias.. gradualmente, pra quem "não consegue viver sem" é possível sim...

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o Cantinho Vegetariano e deixar um comentário... Tentarei responder o mais breve possível.

Atenção!!!

Comentários com links não serão aceitos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...