Manga

Manga
Ela é um daqueles alimentos que tem cara e cor de verão. Vinda da Índia, a manga enche os olhos, agrada ao paladar e fornece vitaminas essenciais para o bom funcionamento do organismo - nutrientes que podem ser encontrados inclusive na sua casca

Origem

As mangas são originárias da Índia, mas especificamente das Ilhas Andaman localizadas na Baía de Bengala. Historiadores acreditam que por volta do século 5 a.C., monges budistas levaram a fruta para a Malásia e para a Ásia Oriental por onde circulavam comerciantes persas. Encantados com seu sabor, esses viajantes levaram a África e Oriente Médio. E daí para frente, já dá para se ter uma ideia de como essa preciosidade tropical veio parar nas mãos dos brasileiros.

Segundo o estudo dos bioquímicos Helena Maria e Leonardo Cardello, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de Araraquara, diversas variedades da manga indiana foram melhoradas e dispersas pelo mundo. Como por exemplo, a Haden, que originalmente é da Índia, mas ainda é a variedade mais comercializada no mundo. No Brasil, a região Nordeste é a campeã no quesito produção e exportação. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), são mais de 20 mil hectares só no submédio São Francisco - área que compreende cidades da Bahia e de Pernambuco, como Juazeiro (BA) e Petrolina (PE).

Propriedades Nutricionais

De acordo com a nutricionista da rede Mundo Verde, Bruna Murta, o valor nutricional da manga é elevado e, obviamente, só traz benefícios ao organismo. "Ela é riquíssima em vitaminas A, C, do complexo B e sais minerais como cálcio, ferro, potássio, cobre e magnésio. As vitaminas A e C, encontradas na manga, são antioxidantes e atuam no combate aos radicais livres. Elas são boas para a visão, auxiliam na conservação da pele, evitam a queda de cabelos e têm propriedades diuréticas. Além disso, por ser rica em fibras, a manga auxilia no funcionamento intestinal."

Murta explica que todas as frutas devem fazer parte da alimentação diária devido à presença desses nutrientes. "Recomendo o consumo de 3 a 5 porções de frutas ao dia", mas alerta para o consumo exagerado. "Seu consumo não deve ser em excesso, pois como qualquer alimento, cada fruta possui uma quantidade de calorias e, se consumida em exagero, pode levar ao aumento de peso. Além do ganho de massa corpórea, todas as frutas, se consumidas em excesso, fermentam no intestino causando desconforto intestinal."

Propriedades medicinais

Por meio de entrevistas feitas com mulheres das comunidades mato-grossenses, as fitotécnicas Maria de Fátima Coelho e Alessandra Cristina, da Universidade Federal do Mato Grosso, elaboraram um interessante guia de plantas medicinais. De acordo com as entrevistadas, moradoras desses assentamentos agrícolas localizados próximo à fronteira do Brasil com a Bolívia, as plantas da espécie Rutaceae, como a laranjeira, quando usadas em infusão com as folhas da mangueira servem para combater gripes, febres, resfriados e infecções pulmonares. As agricultoras afirmam ainda que as folhas de laranja misturadas com cana-de-açúcar e manga resultam em um poderoso xarope.

Mas os benefícios da fruta não param na polpa. De acordo com a tabela de composição química das partes não-convencionais dos alimentos, divulgada pelo Serviço Social da Indústria (SESI), enquanto 100 g da polpa oferecem 4 mg de vitamina C, a casca fornece 5 mg. Além de mais potássio e carotenóides. De acordo com o Programa Alimente-se Bem, do qual faz parte a tabela, a casca (1 xícara) pode ser fervida e batida no liquidificador com a polpa da fruta. Essa mistura pode ir à panela com temperos diversos, como azeite, alho, cebolinha e salsa. O resultado será um patê saboroso e diferente. Além da receita elaborada em São Paulo, a pesquisadora Luciana Cavalcanti de Azevedo, de Petrolina (PE), desenvolveu uma farinha de casca de manga que pode ser uma alternativa na elaboração de alimentos.

Curiosidades

Os veganos não têm esse problema, mas a crença popular acredita que misturar leite com manga não faz bem. Porém, segundo a Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ), que procura resgatar a cultura brasileira, essa não passa de mais uma superstição transmitida de geração em geração.

A fundação explica que os tabus alimentares brasileiros, como esse, surgiram na época do Brasil Colonial. Os senhores de engenho inventavam tais afirmativas para que os escravos não tomasses leite - produto mais escasso e lucrativo para os fazendeiros do que a fruta encontrada em abundância. Além disso, a crença afirma que chupar manga e beber muita água dá dor de barriga, manga com cachaça intoxica e misturar manga com jaca pode provocar dores intestinais.

Mas para o folclorista Câmara Cascudo, essas histórias não passam de imposições religiosas por parte dos portugueses, que criaram tabus para reprimir os excessos.

Fonte: Revista dos Vegetarianos

Receitas relacionadas:

» Creme de Manga com Salada de Frutas
» Salada Magnífica de Verão
» Gelado de Manga com Gengibre
» Suco de Maracujá, Manga e Aveia
» Pudim de Manga Celestial
» Salada de Frutas Especial
» Milk Shake de Banana e Manga
» Arroz com Manga
» Suco Revigorante
» Salada de Rúcula com Molho de Manga
» Suco de Manga com Limão
» Banana com Manga
» Suco de Caju e Manga
» Sopa de Frutas
» Suco Betacaroteno
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...