Natalie Portman vai adaptar ao cinema "Comer Animais", um livro de Jonathan Safran Foer

Natalie Portman vai adaptar ao cinema Comer Animais
O escritor Jonathan Safran Foer, em entrevista ao blog francês Chap, revelou contente que a vencedora do último Oscar de melhor atriz por Cisne Negro, Natalie Portman, tem planejado produzir um documentário tendo o seu livro Comer Animais como base.

Disse o autor: "Ela quer fazer um documentário bem pessoal. Ela já entrou em contato comigo e me disse que gostou muito do livro. [...] Eu vou ajudá-la com o desenvolvimento, mas tudo será, a princípio, ideia dela." E ainda completou: "Está tudo bem no início ainda."

O livro trata de um relato não fictício, onde Foer denuncia irregularidades e atividades "doentias" da indústria alimentícia dos Estados Unidos, sempre argumentando que é necessário (e possível) achar uma forma mais sustentável para lidar com a carne que o planeta consome todos os dias.

Em algumas entrevistas, Natalie Portman já havia dito que Comer Animais foi o estopim para que ela se tornasse vegana.

Fonte: Cinema 10 - 06.01.2012

Se interessou pelo livro?

Comer AnimaisAutor: Jonathan Safran Foer
Páginas: 320
Editora Rocco
COMPRAR

13 comentários:

  1. Eu gostaria de perguntar uma coisa :
    Plantas também são seres vivos !
    Respiram, se reproduzem...por nao emitirem sons ( ao menos audíveis ) o sofrimento é menor ?
    Um pé de brocolos, uma couve, um pé de feijão, algodão, uma batata...todos estão vivos...se arrancados do chão morrem , se estragam...se for pensar em coisas que estão vivas as plantas não estão isentas !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mauro, dá uma olhada neste video: http://www.youtube.com/watch?v=Qv4sibGT-NQ. Desculpe-me, mas toda vez que alguém fala isso me parece uma grande desculpa esfarrapada de alguém mal informado, mas com desejo de não fazer mal a um ser vivo. Olha, uma boa dica é primeiro entenda porque a plantas são classificadas de maneira diferente na biologia (elas não tem sistema nervoso, por exemplo), segundo, entenda a morte de uma planta e de um animal (visite fazendas, veja videos, se você achar que é igual, realmente estamos em mundos diferentes), terceiro entenda o impacto e os problemas causados pela industria da carne (este livro dessa materia é genial para explicar isso) e terceiro, se informe sobre correntes que questionam o consumo de proteína animal por humanos. O vegetarianismo e o veganismo não são só sobre libertação animal, é sobre isso + sustentabilidade e critica a industria de carne e laticinios + questionamento do consumo de proteína animal. Eu respeito sua preocupação, mas sinceramente, existe uma grandisiiiisiiiiima distância entre o sentir vegetal (e quem sabe mineral ou qualquer outro campo natural que você queira) e o sentir animal, e mais, uma grandissiiiissiiiissiiiiiiiiiiiima diferença nas industrias desses alimentos. Uma planta é viva, mas ela não é igual a um coelho. Por milhares de razões. Outro bom video que te indico é este: http://vista-se.com.br/redesocial/palestra-legendada-gary-yourofsky-fala-sobre-veganismo/. A vida em si não esta associado ao sofrimento, pelo menos não ao sofrimento que os animais conhecem. Mas se você realmente acreditar, no fundo do seu coração, que uma cenoura sente igual a uma vaca e que ambas sofrem igualmente na "morte" e isso te deixar tranquilo em comer um hamburguer, eu fico feliz por você.

      Excluir
    2. Dai-me paciência!

      Excluir
  2. Ouvi falar que ela tinha voltado à comer carne na grávidez, será que foi só por um período e já voltou ao veganismo de novo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, ela voltou a comer leite e ovos. Carne não!

      Excluir
  3. Mas as plantas não possuem sistema nervoso, elas não tem instintos. Se vc tenta matar um peixe, ele vai fugir para preservar a vida. A planta não é capaz de pressentir a morte nem sente dor. O pilar do vegetarianismo/veganismo é a compaixão aos animais, já que, esses sim, sofrem na hora do abate. Para você entender melhor: Você deixaria um filho seu, pequeno, pegar e matar um animal para comer? E colher um pé de alface? O que você acha que traumatizaria a criança?

    ResponderExcluir
  4. Ela voltou a consumir ovos e laticinio durante a gravidez, não a comer carne. Mas pelo visto ja voltou a dieta vegana novamente!!! Eu vou assistir a esse filme (que me parece mais um documentário) e com certeza acho que ele vai ajudar a divulgar o veganismo. Natalie é um bom exemplo!

    ResponderExcluir
  5. Achei essa idéia da Natalie muito boa pra divulgar o veganismo. Ela voltou a consumir ovos e laticinios durante a gravidez, mas parou depois que o baby nasceu. Fico feliz por pessoas tão influentes e conhecidas levantarem essa bandeira!!!

    ResponderExcluir
  6. Isis...não concordo...as lagrimas ( não visiveis ) e as dores ( não audiveis ) a ausencia de um sistema nervoso central, não eliminam uma certeza : um ser vivo é um ser vivo.
    Cientistas já colocaram eletrodos de poligrafos em plantas e elas reagiram aos estimulos provando que tem reações. Mas como é comum " uma criança ou adulto arrancar um pe´de alface e não ser traumatizante " (para o ser humano, para a planta obvio que é )todos tem essa falsa ilusão de que as plantas nao " sentem nada " ...vou deixar algo bem claro que acredite não como carne,( por opção ) mas nao acho discursos vegans corretos. VIDA É VIDA, SEJA VEGETAL, ANIMAL. Respirou esta vivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é possível que uma pessoa não enxergue a diferença entre uma planta e um vaca... Nossa, isso me irrita!

      Excluir
  7. Mauro já faz quase um ano e meio desde o seu último comentário e nem sei se você vai ler o meu, mas pelo sim pelo não lá vai.
    Quando eu era criança morávamos na roça. Cresci vendo animais morrerem e confesso que minha mãe me ensinou até a matar galinhas. Porém essa criação também me deu algo que me levou anos mais tarde ao vegetarianismo, o conhecimento sobre a vida das plantas. Graças à Deus meu pai era agricultor e não produtor de leite ou de animais de corte. Plantávamos tomate. Uma vez um tio meu me deu uma explicação sobre as plantas: a semente está dentro da fruta se a fruta não apodrecer não terá um nova planta. Quando um passarinho come uma fruta ele espalhará as semente em outras regiões e assim as plantas se espalham pelos campos.
    A grande maioria das plantas necessitam morrer ou seu seus frutos apodrecer para poderem renascer.
    Respeito a sua opnião sobre a vida mas, quando eu planto manjericão num vaso daqui de casa eu pego um raminho que foi comprado no sacolão, enterro e acredite cuidando bem surge um lido pé de manjericão. (Sempre faço, nunca fico sem manjericão). Pois bem o manjericão foi cortado e estava morto como pode ressuscitar ou virar um nova planta.
    Além disso ninguém convencerá uma leoa que o coelho tem sentimento e que ela não pode comê-lo, é o que ela come, ponto final. O ser humano precisa se alimentar e não há estudo no mundo que negue que os alimentos de origem vegetal são de longe os mais adequados ao ser humano.
    Quando me perguntam se eu não tenho pena da couve eu respondo que eu já colhi couve e já vi um porco ser morto. Comerei couve pelo resto da vida, mas nunca mais quero ver um porco ser morto. Não por minha culpa.

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o Cantinho Vegetariano e deixar um comentário... Tentarei responder o mais breve possível.

Atenção!!!

Comentários com links não serão aceitos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...